Derrocada em Lisboa faz um morto e um ferido

| País

|

Uma derrocada no centro de Lisboa fez esta tarde um morto e um ferido. O acidente ocorreu na Rua das Taipas durante uma obra de construção, sendo a vítima mortal um trabalhador estrangeiro com cerca de 40 anos.

O alerta foi recebido pelo INEM às 15:59.A derrocada aconteceu numa obra na Rua das Taipas, junto ao Bairro Alto e a vítima mortal era um trabalhador da obra, com cerca de 40 anos, de acordo com informação do presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, à Lusa.

Ainda de acordo com o autarca, o ferido, também trabalhador, recebeu tratamento hospitalar.

Estas indicações foram corroboradas pelo INEM, acrescentando que o trabalhador foi declarado cadáver no local. A outra vítima, afirmou a mesma fonte, é um homem de 56 anos que sofreu ferimentos ligeiros e foi conduzido ao Hospital de São José.


Fonte dos Sapadores de Lisboa explicou entretanto que o acidente ocorreu no número 18 da Rua das Taipas, num edifício que apenas tinha paredes e estava a ser reconstruído. De acordo com esta fonte, uma parte da parede lateral direita ruiu.

As últimas informações são da PSP, que diz que a vítima mortal é um trabalhador estrangeiro, mas cuja nacionalidade não pode ainda precisar. O ferido é um cidadão português.

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevista exclusiva de Rui Rio à editora de política da RTP Luísa Bastos.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Foram sinalizados casos de mutilação genital numa escola da Baixa da Banheira. Uma associação trabalha com turmas. Ainda há rapazes que defendem a "submissão" como "saudável".

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.