Dezasseis regiões de Portugal em risco "muito elevado" de exposição à radiação UV

| País

Dezasseis regiões do continente, Madeira e Açores apresentam hoje risco `muito elevado` de exposição à radiação ultravioleta (UV), enquanto outras sete estão com níveis `elevados`, segundo dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o Instituto, em risco `muito elevado` de exposição à radiação UV estão as regiões de Bragança, Castelo Branco, Coimbra Guarda, Penhas Douradas, Lisboa, Portalegre, Santarém, Vila Real, Viseu, Funchal e Porto Santo (Madeira), Ponta Delgada (Ilha de São Miguel, Açores), Angra do Heroísmo (Terceira), Horta (Faial).

Em risco `elevado` de exposição à radiação UV estão as regiões de Santa Cruz das Flores (Ilha das Flores, Açores), Sines, Setúbal, Leiria, Faro, Évora e Beja.

As restantes regiões do país estão com níveis `moderado` e `baixo`.

Para as regiões com risco `muito elevado` e `elevado`, o Instituto recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, `t-shirt`, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre menor do que 2, em que o UV é `baixo`, 3 a 5 (`moderado`), 6 a 7 (`elevado`), 8 a 10 (`muito elevado`) e superior a 11 (`extremo`).

O IPMA prevê para hoje nas regiões do Norte e Centro céu pouco nublado, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral, aumentando de nebulosidade no interior a partir do final da tarde e períodos de chuva fraca ou chuvisco no litoral.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando moderado nas terras altas, neblina ou nevoeiro matinal, em especial no litoral, descida da temperatura mínima nas regiões do interior e da máxima.

Na região sul prevê-se céu pouco nublado, apresentando períodos de maior nebulosidade até meio da manhã, vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando temporariamente moderado no litoral, a partir do início da tarde, e nas terras altas.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal e pequena descida da temperatura mínima nas regiões do interior e da máxima.

Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, apresentando-se em geral pouco nublado nas vertentes sul da ilha durante a tarde, possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos nas vertentes norte até ao início da manhã, vento fraco a moderado do quadrante norte e descida de temperatura nas terras altas.

Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado com abertas, aguaceiros fracos e vento moderado.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre os 18 e os 26 graus Celsius, no Porto entre 17 e 23, em Vila Real entre 15 e 28, em Bragança entre17 e 33, em Viseu entre 13 e 26, na Guarda entre 14 e 29, em Coimbra entre 16 e 25, em Castelo Branco entre 15 e 33, em Portalegre entre 17 e 31, em Santarém entre 17 e 30, em Évora entre 13 e 34, em Beja entre 14 e 34 e em Faro entre 21 e 32.

Tópicos:

Beja, Cruz, Faro, Flores, Heroísmo, Portalegre, Santarém, Viseu,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.