DGSP avançou com processos disciplinares a 16 guardas prisionais

| País
DGSP avançou com processos disciplinares a 16 guardas prisionais

A ver: DGSP avançou com processos disciplinares a 16 guardas prisionais

Três dias depois dos distúrbios no Estabelecimento Prisional de Lisboa, a direção geral dos serviços prisionais avança com vários processos disciplinares a 16 guardas.

Ao Diário de Notícias, o diretor dos Serviços Prisionais alega que os guardas em causa abandonaram o serviço e recusaram fazer horas extraordinárias.

Celso Manata entende que a rebelião dos reclusos foi causado indirectamente pelos guardas prisionais do EPL.

Argumentos contestados pelos sindicatos.

Por isso para a próxima sexta-feira está já marcada uma vigília junto à sede da Direção Geral para reivindicar a demissão do próprio Celso Manata.

Os guardas prisionais não afastam a possibilidade de uma greve.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.