Dispositivo de combate com 45 meios aéreos a partir de sexta-feira

| País

O dispositivo de combate a incêndios vai contar a partir de sexta-feira com mais oito meios aéreos, passando a estar disponíveis um total de 45, disse hoje no parlamento o secretário de Estado da Proteção Civil.

Na Comissão de Agricultura e Mar, José Neves adiantou que, no período de 2013 a 2017, o dispositivo contava com 28 meios aéreos.

"A partir de amanhã teremos no dispositivo de combate 45 meios aéreos, que compara com 28 meios no período 2013/2017", disse aos deputados o secretário de Estado.

O governante, que esteve no parlamento para apresentar o Dispositivo Especial de Combates a Incêndios Rurais (DECIR) para este ano, destacou o "grande reforço" nos meios aéreos, que têm este ano períodos de operação "significativamente alargados", bem como vão passar a estar disponíveis durante todo o ano.

"Verifica-se um grande reforço do dispositivo de meios aéreos, com mais oito meios face aos anos anteriores, um deles na Região Autónoma da Madeira, e com períodos de operação significativamente alargados. Dez helicópteros e quatro aviões com operação todo o ano e crescimento muito significativo dos meios em junho e outubro", sustentou.

Como exemplo, referiu que, "nesta data, nos anos anteriores tínhamos 11 meios aéreos no dispositivo e em 2018, ao dia de hoje, temos 37 meios aéreos disponíveis".

Dando conta dos meios disponíveis no período de maior empenhamento operacional, entre o 01 de julho e 30 de setembro, o secretário de Estado referiu que o DECIR 2018 conta com 10.767 operacionais, mais 1027 face a 2017, 2.303 viaturas (mais 250 viaturas) e 55 meios aéreos (mais sete face a 2017, sem considerar o helicóptero que irá operar na Madeira).

Aos deputados, José Neves afirmou que o Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP) foi reforçado com a instalação das soluções de redundância de transmissão nas estações base com recurso a comunicações satélite e aumento da autonomia energética com recurso a 18 geradores móveis distribuídos em Vila Real, Viseu e Santarém, bem como a aquisição de quatro novas estações móveis que podem ser utilizadas em áreas com problemas de cobertura da rede.

O secretário de Estado disse ainda que está a funcionamento em 75% dos corpos de bombeiros o sistema de georreferenciação SIRESP GL, estando previsto que até ao final do mês esteja instalado na totalidade das corporações.

Esta ferramenta de georreferenciação permite localizar as viaturas e os diferentes meios operacionais nos teatros de operação em tempo real e a monitorização das decisões operacionais.

O governante garantiu ainda que "o país está hoje melhor preparado para fazer face aos incêndios rurais".

Também na comissão, o comandante operacional nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil garantiu: "Estamos a trabalhar com tudo que temos para que nada falhe".

Duarte da Costa disse igualmente que a grande aposta passa pelo combate inicial, que deve ser "musculado" e "robusto" para se evitar que os fogos se transformem em grandes incêndios.

O deputado do PSD Duarte Marques acusou o Governo de propaganda e discordou que esta seja a época de fogos com o maior número de meios aéreos.

Duarte Marques disse ainda que não se deve comparar este ano com o ano passado, tendo em conta que 2017 foi o ano com mais mortos e maios hectares ardidos.

Tópicos:

Combates, Integrado, Proteção,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.