Dois dias depois, o incêndio assassino permanece descontrolado

| País
Dois dias depois, o incêndio assassino permanece descontrolado

A ver: Dois dias depois, o incêndio assassino permanece descontrolado

O fogo não está ainda dominado em Pedrógão Grande, Góis, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra. Atrás de si, as chamas deixam um cenário dantesco que faz neste momento parte da paisagem do centro do país.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Kim e Donald passaram do insulto à vontade mútua de fazer história. Bem-vindos à era das ilusões.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.