EDP rejeita qualquer hipótese de negligência nos fogos de outubro

| País
EDP rejeita qualquer hipótese de negligência nos fogos de outubro

Foto: Guillermo Martinez - Reuters

A EDP Distribuição rejeita qualquer hipótese de negligência nos fogos de outubro de 2017. Em comunicado, a empresa assegura que "não ocorreu qualquer incêndio associado a queda de árvores sobre a rede na zona da Lousã".

No relatório entregue ontem (terça-feira) no Parlamento, a comissão técnica independente refere que o fogo da Lousã teve causa negligente e a origem pode resultar do não cumprimento pela EDP do regulamento de segurança das linhas elétricas, mas a empresa recusa a acusação.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.