EN266 cortada entre Sítio do Porto de Lagos e Monchique

por Lusa

A estrada nacional (EN) 266 no Sítio do Porto de Lagos, no concelho de Portimão, foi cortada no sentido de Monchique onde lavra um incêndio desde a passada sexta-feira, disse à Lusa fonte da GNR.

De acordo com fonte da GNR de Portimão, a estrada nacional que faz a ligação a Monchique foi cortada devido ao incêndio que está a ser combatido por 1.143 operacionais, apoiados por 363 viaturas segundo dados da página da Autoridade Nacional de Proteção Civil, pelas 00h15.

Cerca das 20h00 de segunda-feira, o segundo comandante operacional distrital da Proteção Civil de Faro, Abel Gomes, admitiu no 'briefing' aos jornalistas que o incêndio que pelo quarto dia lavra em Monchique voltou a agravar-se sendo o quadro geral da operação considerado "muito complexo".

Segundo aquele responsável, os locais que oferecem maior preocupação são, neste momento, a zona da Fóia e o sítio da Cascalheira, ambos em Monchique, e a barragem de Odelouca, já no concelho de Silves.

O número de assistências médicas a pessoas na sequência do incêndio subiu para 95, dos quais, 66 são pessoas que apenas receberam assistência e 29 são feridos, todos ligeiros, acrescentou.

"A situação infelizmente alterou-se, tínhamos uma situação mais favorável e registaram-se várias projeções, as quais tiveram um comportamento bastante violento", assumiu o segundo comandante operacional distrital da Proteção Civil de Faro, Abel Gomes.

Segundo o responsável, o quadro meteorológico "não é favorável", porque vão manter-se temperaturas altas e a humidade relativa vai continuar baixa, o que faz antever "uma noite dura de muito trabalho".

Tópicos