Escusa de responsabilidade. Marta Temido diz que segurança dos doentes não corre risco

por RTP

A ministra da Saúde reconhece que há um alerta quando 21 chefes de urgências de grandes hospitais de Lisboa pedem escusa de responsabilidade.

São médicos que garantiram, na quinta-feira, não ter condições para a prestação de cuidados de saúde, de qualidade e com a necessária segurança, nos hospitais de Santa Maria e Pulido Valente.

A ministra Marta Temido garante, no entanto, que a segurança dos doentes nos hospitais não está em risco.
pub