Espanha e Marrocos apoiam no combate aos incêndios

| País
Espanha e Marrocos apoiam no combate aos incêndios

Há uma primeira resposta ao pedido de ajuda feito sábado à noite por Portugal às entidades internacionais.

Por causa da vaga imparável de incêndios o Governo português decidiu ativar o mecanismo europeu de proteção civil.

Patrícia Gaspar, a porta-voz do organismo, dá agora conta da primeira resposta proveniente de Espanha e Marrocos.

Nas contas da Proteção Civil, sábado foi o dia mais complicado do ano, com novo recorde do número de incêndios.

A meio da manhã de domingo há o registo de vários incêndios em curso. As situações mais difíceis foram reveladas por Patrícia Gaspar.



Em Tomar, Anabela Freitas, presidente da câmara falou à Antena 1 de uma situação mais calma, mas longe de estar resolvida.



Tomar ainda está a ponderar a hipótese de decretar o Plano de Emergência Municipal, como já acontece em quatro municípios da zona centro do país: Coimbra, Cantanhede, Ferreira do Zêzere e Miranda do Corvo, onde uma casa foi atingida pelas chamas como revelou o autarca Miguel Baptista.



Algumas estradas estavam cortadas às 11h00, a A13 por causa do incêndio de Alvaiázere, cortada junto á localidade de Pias, também o incêndio de Ferreira do Zêzere está a cortar a estrada a nacional 348 e a 238 em Cernache de Bonjardim.

A informação mais vista

+ Em Foco

Nas ruas das cidades angolanas, as caravanas cruzam-se em ambiente descontraído. O cenário repete-se em M'banza Congo.

Os responsáveis pelo parque prometeram valorizá-lo e vão renovar a frota automóvel e envolver operadores privados nas visitas aos núcleos de gravuras rupestres.

O maior banco francês fez soar os alarmes na Europa ao suspender três fundos de investimento relacionados com créditos nos Estados Unidos.

Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.