"Estamos a matar o país", afirma Duarte Caldeira

| País
Estamos a matar o país, afirma Duarte Caldeira

Foto: Paulo Novais - Lusa

O atual presidente do Centro de Estudos de Intervenção e Proteção Civil, Duarte Caldeira, pede explicações para o que aconteceu em Pedrógão Grande, com a morte de tantos civis.

Duarte Caldeira diz mesmo que “estamos a matar o país” e é importante saber o porquê de haver pessoas nas estradas onde os fogos estavam a lavrar com forte intensidade.

O presidente do Centro de Estudos de Intervenção e Proteção Civil explica que é necessário fazer uma gestão alargada e preventiva das zonas periféricas aos fogos.

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.