Estudo alerta para aumento da mortalidade em doentes sem Covid-19

por RTP

Poderão ser quatro mil os óbitos em Portugal, cinco vezes superior ao que seria esperado, em doentes fora da Covid-19, desde o início da pandemia.

Este número, referente ao período entre 1 de março e 22 de abril, pode ser explicado pelo receio dos doentes de irem ao hospital, tanto os que não têm Covid-19, como os que estão infetados com o novo coronavírus.

Os autores do estudo, publicado na Revista Acta Médica Portuguesa, referem que as quatro mil mortes superiores ao esperado provavelmente não existiriam se não houvesse pandemia.

O estudo indica que o excesso de mortalidade é essencialmente associado aos grupos mais idosos, com idade superior a 65 anos. Os números absolutos indicam mais mortes nos distritos de Aveiro, Porto e Lisboa.
pub