FNE considera insuficientes medidas apresentadas pelo ministro da Educação

por Antena 1

Lusa

A Federação Nacional da Educação enviou esta terça-feira ao ministro da Educação o parecer sobre as propostas apresentadas na reunião da semana passada, referindo que as medidas anunciadas não eram suficientes.

Agora, o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, esclarece, em concreto, o que está a faltar.

A FNE diz que ainda não foi chamada para uma nova ronda negocial e vai juntar-se às greves distritais convocadas pela Fenprof, bem como à manifestação do próximo dia 11 de fevereiro.

Se o diálogo com o Ministério não resultar, a FNE promete avançar com novas formas de luta.
pub