Fogo em Oleiros obrigou à evacuação de alguns lugares por precaução

| País

O presidente da Câmara de Oleiros disse esta noite que, por precaução, foram evacuados alguns lugares devido ao incêndio que continua com uma "grande frente" ativa a norte da freguesia de Mosteiro, mas não há habitações em perigo.

"O incêndio continua com uma grande frente a lavrar a norte de Mosteiro. Não há habitações em perigo, só tem ardido zona de pinhal", afirmou Fernando Marques Jorge à agência Lusa.

O autarca deste município do distrito de Castelo Branco, explicou que, por precaução, procedeu-se à evacuação de alguns lugares como Roqueirinho e Mosteiro, de onde foram retiradas cerca de duas dezenas de pessoas para a residencial de estudantes de Oleiros.

Adiantou, contudo, que cerca das 00:00 estavam "apenas três pessoas na residencial, sendo que os restantes foram para casas de familiares".

Fernando Marques Jorge disse, também, que na residencial de estudantes de Oleiros se encontra uma assistente social a dar apoio às pessoas.

O incêndio deflagrou na tarde de segunda-feira, às 15:51, na freguesia de Mosteiro, junto à localidade de Cavalinho, e obrigou ao corte da EN 238, entre Oleiros e Sertã.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), às 00:00, encontravam-se 305 bombeiros, apoiados por 101 viaturas, a combater as chamas.

Tópicos:

Câa, EN Oleiros, Proteção, Roqueirinho,

A informação mais vista

+ Em Foco

No centro do país, pelo menos 30 mil hectares arderam nos últimos dias. As imagens da NASA permitem ver a evolução dos fogos que afetaram a região centro do país.

    Hotéis de luxo e restaurantes de autor crescem ao lado de quem vive sem água ou luz. A Comporta tem um novo proprietário que quer transformar aquela zona num local para estrangeiros ricos.

    O Parque das Nações vai receber as duas semifinais e a final nos dias 8, 10 e 12 de maio do próximo ano. Já o festival português vai decorrer em Guimarães.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.