Fogo em Vila de Rei e Mação dominado em 90%, evolução com "reservas" devido ao vento

por Lusa

Sertã, Castelo Branco, 22 jul 2019 (Lusa) -- O fogo que lavra desde sábado em Vila de Rei (Castelo Branco) e Mação (Santarém) mantém-se dominado em 90%, existindo ainda zonas "muito quentes", sendo as próximas horas encaradas "com muita reserva", disse hoje a proteção civil.

O comandante do Agrupamento Distrital do Centro Norte, Pedro Nunes, disse hoje, na conferência de imprensa das 13:00, dada no centro de comando instalado no pavilhão desportivo municipal da Sertã (Castelo Branco), que, durante a manhã, com o vento como aliado, as máquinas de rasto fizeram um conjunto de aceiros "que dão algum fôlego".

Contudo, as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) apontam para uma "rotação do vento" para Oeste a partir das 15:00, 16:00, com rajadas que podem chegar aos 35 quilómetros/hora ao final do dia, pelo que a atenção dos meios no terreno, que chegam ao milhar de operacionais, estará no "flanco esquerdo" do fogo, declarou.

Paula Neto, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), adiantou que, durante a manhã, se registaram mais dois feridos ligeiros, um deles um técnico do INEM, que sofreu uma luxação ligeira, e o outro um bombeiro, pelo que, até ao momento, há o registo de 11 feridos ligeiros e um grave.

pub