Funcionários judiciais, PSP, GNR, guardas profissionais e professores em protesto

| País
Funcionários judiciais, PSP, GNR, guardas profissionais e professores em protesto

A ver: Funcionários judiciais, PSP, GNR, guardas profissionais e professores em protesto

Numa ação pouco habitual, sindicatos de vários setores, como funcionários judiciais, PSP e GNR, guardas prisionais e professores juntaram-se em manifestação.

Querem a contagem do tempo de serviço em que tiveram as carreiras congeladas.

Os cinco sindicatos concentraram-se ao final da manhã perto da residência oficial do primeiro-ministro e depois, foram juntos entregar uma carta dirigida a António Costa.

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.