Funcionários judiciais, PSP, GNR, guardas profissionais e professores em protesto

| País
Funcionários judiciais, PSP, GNR, guardas profissionais e professores em protesto

A ver: Funcionários judiciais, PSP, GNR, guardas profissionais e professores em protesto

Numa ação pouco habitual, sindicatos de vários setores, como funcionários judiciais, PSP e GNR, guardas prisionais e professores juntaram-se em manifestação.

Querem a contagem do tempo de serviço em que tiveram as carreiras congeladas.

Os cinco sindicatos concentraram-se ao final da manhã perto da residência oficial do primeiro-ministro e depois, foram juntos entregar uma carta dirigida a António Costa.

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma parte central da Ponte Morandi, em Génova, Itália, desabou na manhã de terça-feira durante uma tempestade. Morreram dezenas de pessoas.

    É um desejo antigo do Homem poder tocar as estrelas. Um feito que parece ser agora "quase" alcançável através da missão espacial solar Parker.

      Entre as 21h00 de domingo e as 8h00 de segunda-feira, o mundo viu uma chuva de Perseidas, espetáculo habitual em agosto. Nos locais mais remotos, foi possível admirar melhor o fenómeno.

        Uma semana depois de as chamas deflagrarem em Monchique, a Proteção Civil deu o incêndio como dominado e em fase de resolução. Portugal volta a ser o país com mais área ardida na Europa.