Governo apresenta nota de pesar pela morte do piloto português

por Antena 1

Foto: RTP

Morreu um dos dois feridos em resultado da queda de um avião de combate a incêndios no parque da Gerês.

O acidente com um avião que caiu hoje na zona do Lindoso, Ponte da Barca, aconteceu na sequência de uma operação de reabastecimento do depósito de água na barragem do Alto Lindoso.

A operação não correu como previsto, tendo a aeronave despenhando-se pouco depois.

Deste acidente um dos dois ocupantes, um piloto português, acabou por morrer, como relatou à Antena 1 o comandante Pedro Araújo da Proteção Civil.

Segundo a mesma fonte, o piloto, de nacionalidade portuguesa, de 65 anos, morreu no local, apesar das tentativas realizadas pelos elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), enquanto o segundo piloto, de nacionalidade espanhola e de 39 anos, foi assistido no local e transportado em "estado grave" para o Hospital de Viana do Castelo.

Governo já apresentou uma nota de pesar

Uma nota de pesar assinada pelo ministro da administração interna Eduardo Cabrita apresenta as condulencias á famila do piloto que faleceu este sábado vitima da queda da aeronave que combatia um inc~endio na região de Lindoso.

Na nota pode ler-se: "Estendo este voto de profundo pesar a todos os amigos e colegas da empresa Babcock, que integra o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais.

Manifesto ainda votos de plena recuperação ao co-piloto da aeronave, que ficou ferido no mesmo acidente.

Neste momento trágico, dirijo uma palavra de solidariedade a todos aqueles que prestam um serviço inestimável ao país no combate aos incêndios. Os meus pensamentos estão com todos aqueles que, de forma empenhada e generosa, integram este esforço nacional.

Uma palavra também de profundo agradecimento às autoridades espanholas pela cooperação nas operações de resgate."

pub