Greve. Adesão hoje entre os 80% e 85% nos enfermeiros

| País

O terceiro dia de greve dos enfermeiros registou hoje uma adesão média entre os 80% e os 85%, havendo serviços com 100%, disse à Lusa o presidente do Sindicato Independente dos Enfermeiros de Portugal (Sindepor).

O presidente do Sindepor, estrutura que convocou a greve de quatro dias que termina na sexta-feira, disse que a adesão tem sido "fortíssima", "dentro das expectativas" e que espera os mesmos níveis para o último dia de greve.

Segundo Carlos Ramalho, o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, teve uma adesão de 80%, os Hospitais da Universidade de Coimbra 85%, de São João, no Porto, 85%, Évora 70%, Portalegre e Beja 68%.

Carlos Ramalho adiantou que em Lisboa e Coimbra houve serviços com 100%, dependendo dos turnos.

Os enfermeiros reclamam o descongelamento das progressões de todos os profissionais, independentemente do vínculo ou da tipologia do contrato de trabalho e que sejam definidos os 35 anos de serviço e 57 de idade para o acesso à aposentação destes profissionais.

Exigem ainda que o Governo inclua medidas compensatórias do desgaste, risco e penosidade da profissão, assegurando as compensações resultantes do trabalho por turnos, defina condições de exercício para enfermeiros, enfermeiros especialistas e enfermeiros gestores que determinem a identificação do número de postos de trabalho nos mapas de pessoal e que garanta, no caso dos especialistas, uma quota não inferior a 40%.

O Sindepor exige também que o Governo aplique corretamente a legislação e o pagamento do suplemento remuneratório a todos os enfermeiros especialistas em funções e equipare, sem discriminações, todos os vínculos de trabalho.

Estão decretados serviços mínimos, como sempre nas greves no setor da saúde, que incluem todos os serviços de urgência, cuidados intensivos e outros, como quimioterapia e algumas cirurgias.

A definição dos serviços mínimos na greve dos enfermeiros teve de ser submetida a tribunal arbitral, por desacordo quanto aos serviços a incluir.

Tópicos:

Beja %, Greves,

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.