Greve dos motoristas. "Neste momento não vou tomar posição nenhuma", diz PR

| País
Greve dos motoristas. Neste momento não vou tomar posição nenhuma, diz PR

A ver: Greve dos motoristas. "Neste momento não vou tomar posição nenhuma", diz PR

O Presidente da República não quis comentar a requisição civil e revelou à RTP que voltará a reunir-se com António Costa nos próximos dias.

Marcelo Rebelo de Sousa entrou esta terça-feira de férias e numa praia de Portimão, reiterou o apelo para que sejam encontradas "soluções justas" que não sacrifiquem os portugueses na greve dos motoristas, remetendo para um comunicado emitido esta segunda-feira.

Na nota referida, o Presidente da República recordava a importância de, em todas as circunstâncias, serem salvaguardados os valores e princípios do Estado de Direito" e ainda "os direitos fundamentais, a segurança e a normalidade constitucional".

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou ainda a "responsablidade de todos os envolvidos neste conflito entre entidades privadas na procura de soluções justas", sem que isso represente um sacrifício "desproporcionado" para os portugueses.

A informação mais vista

+ Em Foco

Meio século depois, o Parlamento soviético dos finais da Guerra Fria repudiou o Pacto. Decorridos mais 30 anos, Putin quer reabilitá-lo.

    A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.