Hells Angels. 59 detidos

| País

Na operação estiveram envolvidos cerca de 400 elementos de várias unidades da Polícia Judiciária de norte a sul do país
|

São 59 os detidos da operação da Polícia Judiciária no âmbito de uma operação que visou o grupo de motociclistas Hells Angels em várias zonas do país. Em causa estão indícios de tentativa de homicídio, roubo, ofensa à integridade física e associação criminosa.

Os detidos começam esta tarde a ser ouvidos por um juiz de instrução no Campus da Justiça, em Lisboa, para a aplicação da medida de coação.

A operação, disse ontem em conferência de imprensa o diretor nacional da PJ e a coordenadora da Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo, estava programada há algum tempo.

Entre os mais de 50 detidos estão cinco cidadãos estrangeiros, da Alemanha e da Finlândia e vários elementos da segurança privada.

Na operação estiveram envolvidos cerca de 400 elementos de várias unidades da Polícia Judiciária de norte a sul do país.

Tópicos:

Polícia Judiciária, Hells Angels,

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.