Investigadores do Porto criam jogo interativo para autistas

por Paula Rebelo/ Rui César/ Sérgio Tomás

Investigadores da Universidade do Porto criaram um jogo de vídeo interativo que ensina autistas a reconhecerem emoções e a desenvolverem a comunicação. O produto está a chamar a atenção de peritos mundiais, uma vez que há poucas abordagens terapêuticas a um problema que afeta uma em cada mil crianças em idade escolar.