Judiciária fez buscas à Câmara de Faro

por RTP

O vice-presidente da Câmara e a ex-mulher foram constituídos arguidos.

A polícia esteve também na casa do ex-casal e no edifício da empresa municipal, onde foram requeridos contratos camarários e a licença camarária da casa dos arguidos.

Em causa estão os crimes de participação económica em negócio, corrupção activa e passiva, prevaricação e abuso de poderes.