Lares vão ser alvo de novas medidas para responder à pandemia

por Antena 1

Com o foco nos lares de idosos, a ministra da Solidariedade e Segurança Social anuncia um conjunto de medidas para fazer frente à pandemia nos meses que se avizinham. Em entrevista ao semanário Expresso, Ana Mendes Godinho dá como exemplos o aumento do número de trabalhadores no setor social até ao fim do ano, e um programa com um orçamento de três milhões de euros para melhorar as condições dos lares.

A governante considera ainda que não é demasiado grande a dimensão dos surtos do novo vírus nestas instituições, ainda assim Ana Mendes Godinho garante que tal não deixa de ser motivo de preocupação, até porque o número de surtos nos lares tem vindo a diminuir.

Ana Mendes Godinho sublinha que a proporção de casos registados com o novo vírus abrange três por cento dos lares, 0,5 por cento dos utentes foram afetados.

A ministra da Segurança Social assume também que não leu o relatório que a Ordem dos Médicos lhe enviou e onde são denunciadas situações de abandono terapêutico dos utentes do lar de Reguengos de Monsaraz, onde foi detetado em junho um surto que matou 18 pessoas, argumentando que essa avaliação tem de ser feita pela área da Saúde.

Ana Mendes Godinho diz que tem o papel de apoiar as instituições, e não de procurar culpados.
pub