Madeleine McCann. Novos desenvolvimentos 13 anos depois

por RTP

Christian Bruckner viveu entre uma carrinha e uma casa junto à praia da Luz até Madeleine desaparecer. Na fatídica noite de 3 de maio recebeu uma chamada suspeita de um número de telefone português, que durou meia hora.

Bruckner recebeu a chamada junto ao apartamento onde Madeleine dormia com os irmãos.

Desligou precisamente quando os pais se preparavam para deixar os filhos sozinhos e partirem para o jantar com os amigos 50 metros abaixo do apartamento. Eram 8h da noite.

Esta pode ter sido a hora dos crimes: rapto, abuso sexual e homicídio.

A criança terá sido trazida para a casa, que nunca foi alvo de qualquer perícia forense na altura em que Madeleine desapareceu.
pub