MAI explica polémica com bombeiros espanhóis impedidos de entrar em Portugal

| País
MAI explica polémica com bombeiros espanhóis impedidos de entrar em Portugal

A ver: MAI explica polémica com bombeiros espanhóis impedidos de entrar em Portugal

A imprensa galega avança que um grupo de bombeiros espanhóis terá sido impedido pelas autoridades portuguesas de entrar no país.

Confrontada pela imprensa espanhola com esta situação, a ministra da Administração Interna explicou que é necessário garantir condições de segurança e que os bombeiros têm de ser "devidamente coordenados pelas autoridades nacionais de proteção civil".

Constança Urbano de Sousa explica que "não podemos estar aqui com voluntarismos sob pena dessas pessoas poderem colocar em risco não só a sua vida como as demais".

A ministra da Administração Interna confirmou entretanto que 80 bombeiros espanhóis deverão juntar-se aos operacionais portugueses no terreno, elevando para 140 o número de bombeiros espanhóis em Portugal.

A informação mais vista

+ Em Foco

A presidente do CNAPN diz que a chave está nos líderes das mesquitas e pede mais apoio do Alto Comissariado para as Migrações.

    Marco Aurélio de Mello considera que a prisão de Lula da Silva, após condenação em segunda instância, viola a Constituição brasileira.

      Sintra podia ser uma "mini Davos". A sugestão foi feita informalmente por um dos académicos que participou na reunião do BCE concluída em 20 de junho.

        Dados revelados no Digital News Report de 2018 do Reuters Institute.