Mais 97 nascimentos no primeiro semestre de 2018

| País

Os números mais pronunciados de nascimentos em 2018 pertencem aos distritos de Lisboa, com 12.501 testes, e do Porto, onde se realizaram 7.462
|

Dados do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce, conhecido como "teste do pezinho", indicam um total de 41.786 nascimentos no primeiro semestre deste ano em Portugal, mais 97 do que no mesmo período do ano passado.

Coordenado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), através da sua Unidade de Rastreio Neonatal, Metabolismo e Genética, este programa cobre a quase totalidade de nascimentos.

Entre janeiro e junho foram feitos 41.786 “testes do pezinho”, tendo sido no primeiro mês do ano que se registou o valor mais alto: 7.789 testes.

Dados aqui sintetizados pela jornalista da Antena 1 Raquel Morão Lopes.


No primeiro semestre deste ano houve um aumento ténue relativamente ao período homólogo, com a realização de mais 97 “testes do pezinho”: um acréscimo de 0,2 por cento.

Da comparação com 2016 resulta uma quebra de 2,2 por cento no número de nascimentos. Há dois anos foram levados a efeito 42.758 testes.
Distribuição geográfica

Os números mais pronunciados de nascimentos em 2018 pertencem aos distritos de Lisboa, com 12.501 testes, e do Porto, onde se realizaram 7.462.

Bragança e Portalegre apresentam, por contraste, os valores mais reduzidos, com 279 e 332 “testes do pezinho”, respetivamente.

Este exame é feito a partir do terceiro dia de vida dos recém-nascidos. Consiste na recolha de gotículas de sangue do pé do bebé e permite o diagnóstico de doenças difíceis de despistar nas primeiras semanas e que podem acarretar complicações graves.

Tópicos:

Dados, Diagnóstico, Nacional, Nascimentos, Pezinho, Portugal, Precoce, Programa, Teste,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.