Ministro do Planeamento rejeita falhas na assistência em Pedrógão

| País
Ministro do Planeamento rejeita falhas na assistência em Pedrógão

A ver: Ministro do Planeamento rejeita falhas na assistência em Pedrógão

De visita às obras de uma casa de primeira habitação afetada pelo incêndio de Pedrogão Grande e que está a ser reconstruída, o ministro do Planeamento e Infraestruturas garantiu que tem "estado a trabalhar desde o início".

"Este é um incêndio dramático com um alcance impressionante nestes territórios", reconheceu Pedro Marques.

"Mas estes são dinheiros públicos" sublinhou o ministro, lembrando as dificuldades já ultrapassadas: "10 dias para fazer um levantamento integral dos prejuízos e depois mais praticamente outro tanto para fazer toda a estruturação dos meios de apoio".

O ministro anunciou ainda a celebração de protocolos de colaboração entre o fundo REVITA - "o fundo público criado para estas situações" - com a União das Misericórdias e com a Fundação Gulbenkian e a Cáritas de Coimbra, entidades que descreveu como "credíveis", "para garantir de não há duplicações de apoios, que não há falta de coordenação".

O governante lembrou que já há cinco casas a ser reconstruídas e lembrou as facilidades concedidas aos proprietários para avançarem com as obras necessárias nos seus imóveis.

"Sim, os fundos estão coordenados no terreno", garantiu.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Um mês depois dos incêndios, ainda há raízes em combustão sob a terra no concelho de Pedrógão Grande. Reunimos aqui um conjunto de vídeos em 360 graus captados no local.

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Nos últimos dois anos a RTP ouviu três vozes com diferentes perspetivas do conflito israelo-palestiniano: Miko Peled, Shahd Whadi e Tamir Ginz.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.