Morreu o eurodeputado do PS André Bradford

| País

André Bradford sofrera, a 8 de julho, um episódio de síncope e paragem cardiorrespiratória
|

Morreu esta quinta-feira, em Ponta Delgada, André Bradford, aos 48 anos. O eurodeputado do PS havia sofrido, no passado dia 8 de julho, uma paragem cardiorrespiratória. Estava desde então em coma.

André Bradford assumira o lugar no Parlamento Europeu na sequência das últimas eleições, realizadas a 26 de maio. Foi o quinto nome na lista dos socialistas para as europeias.

Natural de Ponta Delgada, nos Açores, o eurodeputado tinha uma licenciatura em Comunicação Social. Em 2000, começou a trabalhar como assessor de imprensa na Secretaria do Ambiente do Governo Regional dos Açores. Tornar-se-ia, mais tarde, assessor político e secretário regional.

Enquanto deputado à Assembleia Legislativa Regional dos Açores, liderou a bancada socialista. Deixou estas funções ao ser incluído na lista do partido para as eleições europeias.

André Bradford encontrava-se internado desde o dia 8 deste mês, em coma, no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada.

“O HDES lamenta o falecimento do eurodeputado André Bradford, que se encontrava em situação crítica desde o passado dia 8 julho no Serviço de Medicina Intensivos, e expressa publicamente sentidas condolências à família”, lê-se numa nota da unidade hospitalar açoriana.
PS expressa pesar
Em comunicado enviado às redações, a Delegação Socialista Portuguesa no Parlamento Europeu expressa pesar pela notícia da morte de André Bradford.Também o presidente do PSD/Açores, Alexandre Gaudêncio, exprimiu “profundo pesar” pela morte do eurodeputado André Bradford, “uma perda para os Açores”.

“À família enlutada a Delegação Socialista Portuguesa no Parlamento Europeu expressa sentidos pêsames e manifesta a mais profunda dor e solidariedade”, escreve a delegação do PS.


“Prestamos, neste momento, a mais honrada das homenagens ao homem, ao político e deputado europeu que sempre pugnou pelos valores socialistas quer a nível regional, nacional e internacional”.

A direção nacional do partido assinala, por sua vez, uma “perda dramática”.

“O PS expressa o seu profundo pesar pela morte do nosso camarada André Bradford, destacado quadro do PS/Açores, recentemente eleito como deputado ao Parlamento Europeu, como único representante da Região Autónoma. Os Açores foram sempre, até ao fim, a grande causa que moveu toda a sua vida política”, reagiu a direção socialista, em mensagem publicada no portal do partido.

“A sua eleição recente para deputado europeu nas listas do PS era a garantia de uma defesa constante da sua Região, agora nas instâncias europeias, uma marca que sempre o acompanhou. Neste momento de imensa dor para todos os socialistas portugueses pela perda deste nosso querido camarada, o PS apresenta a suas mais sentidas condolências a toda a família de André Bradford, aos seus amigos e a todos os seus e nossos camaradas do PS/Açores, na pessoa do seu presidente Vasco Cordeiro e de todos os que mais de perto puderam conhecer a sua ação em prol dos Açores e dos açorianos”.

O funeral de André Bradford realiza-se na sexta-feira em Ponta Delgada.

Isabel Estrada Carvalhais, 10.º nome efetivo da lista socialista, tomará agora posse no Parlamento Europeu.




Tópicos:

André Bradford, Eurodeputado, PS,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.