Odemira. PSD aponta o dedo à câmara municipal e ao governo

por Antena 1

Foto: Lusa

O PSD aponta o dedo à câmara municipal de Odemira e ao governo pela situação de alojamento dos trabalhadores migrantes.

A deputada Filipa Roseta defende uma gestão integrada do território, acusando o executivo e a autarquia de terem falhado este objetivo.

As duas freguesias do concelho de Odemira (São Teotónio e Longueira/ Almograve) estão em cerca sanitária por causa da elevada incidência de covid-19 entre os imigrantes que trabalham na agricultura e que vivem em condições precárias.

Reportagem de Mário Antunes.

pub