Operação Ano Novo da GNR com menos vítimas mortais e menos feridos graves

| País
Operação Ano Novo da GNR com menos vítimas mortais e menos feridos graves

A ver: Operação Ano Novo da GNR com menos vítimas mortais e menos feridos graves

A operação Ano Novo da GNR terminou na terça-feira à meia-noite. O balanço é de três vítimas mortais e 858 acidentes. Há ainda a registar dez feridos graves e 339 feridos ligeiros, num total de seis mil contra-ordenações.

O major Paulo Gonçalves, da GNR, considera que o balanço é negativo, uma vez que há mortos e feridos a registar. Ainda assim, em comparação com igual período do ano passado, regista-se uma redução no número de vítimas, feridos e acidentes.

A GNR sublinha que apesar de ter havido uma diminuição, os dados continuam a ser preocupantes. As infrações mais frequentes registadas durante a Operação Ano Novo foram o excesso de álcool, a falta de uso ou o uso indevido dos cintos de segurança ou o uso indevido do telemóvel.

A informação mais vista

+ Em Foco

Francisco Veloso, reitor da Imperial College Business School, traça cenários após a rejeição do acordo.

O satélite natural da Terra mostrou-se grande e vermelho. A primeira Super Lua de 2019 foi vista em todo o mundo.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.