Operação Páscoa. Seis vítimas mortais

| País

Imagem de arquivo
|

Desde o início da Operação Páscoa, da GNR, seis pessoas morreram nas estradas portuguesas. Há ainda a registar 27 feridos graves.

São dados revelados esta manhã pela GNR. Desde o início da Operação “Páscoa”, a 18 de abril, até ao dia de ontem, 21 de abril, a Guarda Nacional Republicana (GNR) registou 764 acidentes rodoviários, de onde resultaram seis mortos e 27 feridos graves.

A GNR fiscalizou, durante este período, cerca de 17 mil condutores, dos quais 303 conduziam com excesso de álcool e, destes, 123 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l.

Foram ainda detidas 40 pessoas por conduzirem sem habilitação legal.

Das 4908 contraordenações rodoviárias detetadas a GNR destaca:

- 2462 por excesso de velocidade;

- 228 por falta de inspeção periódica obrigatória;

- 187 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;

- 144 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

- 142 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;

- 85 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

A operação Páscoa da GNR termina hoje, à meia-noite.

Tópicos:

Operação Páscoa, GNR,

A informação mais vista

+ Em Foco

Apresentamos aqui o perfil dos cabeças de lista e cinco prioridades de ação por partido para o Parlamento Europeu.

    Debates, perfis, notícias da campanha. Toda a informação sobre as Eleições Europeias de 2019, que se realizam a 26 de maio.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Opinião de Germano Almeida, analista de Política Internacional.