Orçamento para a Saúde é insuficiente, afirmam administradores hospitalares

por Miguel Soares

A Associação de Administradores Hospitalares consideram que a proposta de OE2022 apresentada esta semana pelo governo não contém verba nem estratégia capazes de travar a saída de médicos do público para o privado.

Xavier Barreto, da direção desta associação, explica à Antena1 que, apesar do reforço de 700 milhões de euros para o setor da Saúde, a proposta do governo fica aquém do esperado, porque não responde à falta de meios e de condições de trabalho no SNS.
pub