Ordem dos Enfermeiros diz que não há pessoal para compensar a passagem às 35 horas

| País
Ordem dos Enfermeiros diz que não há pessoal para compensar a passagem às 35 horas

Foto: Yannis Behrakis - Reuters

Estão encerradas três salas de parto na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, devido à falta de profissionais.

A bastonária, Ana Rita Cavaco, explica que o fecho de parte destes serviços de saúde se deve à passagem para as 35 horas de trabalho dos profissionais, o que implicou a redução do número de enfermeiros por turno.

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros diz que não há capacidade para compensar a passagem às 35 horas semanais.

O gabinete de comunicação do Centro Hospitalar Lisboa Central, ao qual pertence a MAC, refere que está a averiguar a situação e remeteu esclarecimentos para esta sexta-feira.

A bastonária diz também que vão ser encerradas quase meia centena de camas nas unidades hospitalares de Chaves, Lamego e Vila Real.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Marinha tailandesa divulgou um vídeo sobre a operação de salvamento. Veja aqui todos esses momentos.

O presidente da Fundação Mandela, em entrevista exclusiva à RTP, por ocasião do centenário do nascimento de Madiba, que se assinala na próxima quarta-feira à escala mundial.

    A história de Ötzi começou quando um grupo de caminhantes na região alpina italiana de Oetztal tropeçou num cadáver.

    Veja aqui imagens exclusivas em 360º da missão portuguesa.