"Os jovens têm de ser levados a sério"

por Graça Rocha

Foto - Reuters

A secção portuguesa da Amnistia Internacional premeia jovens que têm assumido papéis de liderança no ativismo pela causa ambiental.

A Amnistia Internacional Portugal quer "emprestar a credibilidade que tem", enquanto organização, a jovens portugueses com intervenção na luta contra as alterações climáticas, na esteira do que tem feito a adolescente sueca Greta Thunberg.