Parlamento marca sessão solene para quarta-feira

| País

A conferência de líderes parlamentares marcou hoje uma sessão solene para quarta-feira para manifestar pesar pelo falecimento das vítimas dos incêndios e apoio aos que combatem os fogos, anunciou o presidente da Assembleia da República.

A sessão solene destina-se a "prestar solidariedade às famílias das vítimas", manifestar "pesar pelos que faleceram" e "apoio àqueles que estiveram e que estão ainda no terreno em combate", anunciou o presidente do parlamento, Eduardo Ferro Rodrigues.

Os autarcas dos concelhos afetados pelos incêndios foram convidados para esta sessão solene, assim como o Governo, que será representado pelo primeiro-ministro, António Costa, e outros membros do executivo.

A sessão solene, marcada para as 15:00 de quarta-feira, terá intervenções de todos os grupos parlamentares, referiu Ferro Rodrigues, em declarações aos jornalistas no parlamento, após a reunião da conferência de líderes.

O BE e o CDS-PP, que tinham previsto interpelações ao Governo para quarta-feira e para quinta-feira retiraram esses agendamentos, que se realizarão em setembro, em ambos os casos, sublinhou Ferro Rodrigues.

 

Tópicos:

Ferro, Pedrógão,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.