Plano dos Açores para 2021 aprovado com votos contra do PS e BE e abstenção do PAN

por Lusa

O Plano dos Açores para 2021 foi hoje aprovado na Assembleia Legislativa Regional, com os votos a favor de PSD, CDS-PP, PPM, Chega e Iniciativa Liberal, enquanto o PAN absteve-se e PS e BE votaram contra.

A votação final global do documento decorreu depois de terem sido discutidas 107 propostas de alteração ao Plano.

Entre essas propostas, foi aprovada uma iniciativa do PS para a requalificação da escola secundária Antero de Quental, em Ponta Delgada, que teve os votos a favor dos socialistas, do BE, da IL e do PAN, e os votos contra do Chega, CDS, PSD e PPM.

Foi também aprovada uma proposta da coligação PSD/CDS/PPM para a revisão do trajeto do traçado da variante à cidade da Horta, que contou com os votos favoráveis dos sociais-democratas, do CDS, PPM, Chega, IL, e PAN e o voto contra do PS.

Por unanimidade, os partidos aprovaram uma proposta do PS para a requalificação da unidade de saúde da ilha do Corvo, outra da Iniciativa Liberal para a investigação e valorização dos produtos agroindustriais e uma proposta do PAN para apoiar as empresas que excluírem o plástico nas embalagens para os produtos marca Açores.

Foi ainda aprovada uma iniciativa do BE/Açores para o reforço da rede de creches nas freguesias entre São Bartolomeu e Altares, na ilha Terceira, que contou com o voto a favor do BE, PS, PAN e IL.

A proposta do Chega, no valor de 50 mil euros, para a instalação do gabinete da prevenção da corrupção foi também aprovada por unanimidade. 

As Orientações a Médio Prazo para 2021-2024 foram também viabilizadas com os votos a favor de PSD, CDS-PP, PPM, Chega e Iniciativa Liberal e a abstenção do PAN, tendo o BE e o PS votado contra.

Nos trabalhos parlamentares, segue-se a votação do Orçamento para 2021, que teve 45 propostas de alteração dos partidos.

Este são os primeiros Plano e Orçamento do Governo Regional liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro.

O Governo dos Açores, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, é suportado no parlamento pelos partidos que integram o executivo e pela Iniciativa Liberal e pelo Chega.

José Manuel Bolieiro tomou posse como presidente do Governo dos Açores em novembro de 2020, terminando com um ciclo de 24 anos de governação do PS na região: de 1996 a 2012 sob a liderança de Carlos César; de 2012 a 2020 com Vasco Cordeiro na chefia do executivo.

Tópicos
pub