Plano Municipal de Emergência de Góis ativado

| País

O Plano Municipal de Emergência de Góis foi ativado às 14:00 de hoje, devido ao incêndio que lavra desde sábado à tarde no concelho, anunciou, em comunicado, a presidente da autarquia, Lurdes Castanheira.

Vinte e sete aldeias do concelho de Góis tiveram hoje de ser evacuadas devido ao alastrar deste incêndio.

O município de Góis faz fronteira com Pedrógão Grande e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e com o concelho da Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra, para onde as chamas progrediram, após deflagrarem no sábado, em Fonte Limpa.

Fonte oficial do Ministério da Administração Interna (MAI) disse à Lusa que 80 bombeiros espanhóis chegam hoje a Portugal para ajudar no combate deste incêndio.

A mesma fonte adiantou que 40 bombeiros da Galiza chegam a Portugal por via terrestre e outros 40 operacionais de várias regiões espanholas por helicóptero.

A chegada dos 80 bombeiros espanhóis para combater o incêndio de Góis insere-se no acordo bilateral existente entre Portugal e Espanha.

Também ao abrigo deste acordo estão a combater os incêndios da região centro de Portugal, desde domingo, dois aviões `Canadair` e bombeiros espanhóis.

 

 

Tópicos:

Castanheira, Góis Góis, Pampilhosa,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.