Polícias em protesto derrubam barreiras junto ao Parlamento

| País
Polícias em protesto derrubam barreiras junto ao Parlamento

A ver: Polícias em protesto derrubam barreiras junto ao Parlamento

A manifestação de polícias chegou junto ao Parlamento e os manifestantes derrubaram as baias de segurança junto à escadaria.

O protesto desta quinta-feira decorria na Praça do Comércio, em Lisboa, mas acabou por se deslocar para a Assembleia da República nas últimas horas.

A polícia em protesto encontrou um forte corpo de intervenção no primeiro local de manifestação, o que motivou a revolta das autoridades que se encontram em protesto. Os manifestantes dizem que o dispositivo deslocado para fazer frente a esta manifestação foi "desproporcionado".

"Os polícias são pessoas ordeiras, mas têm limites para a sua paciência. Neste momento os limites chegaram ao fim, já estamos a passar do razoável", disse um dos agentes em protesto à RTP.

Com esta manifestação, os polícias exigem ao Governo o descongelamento das carreiras e o aumento dos salários.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

      Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.