Polícias podem voltar à rua se falharem as promessas

| País
Polícias podem voltar à rua se falharem as promessas

As polícias estiveram na rua, em protesto, e prometem voltar se as reivindicações não forem atendidas.

O protesto das forças de segurança terminou já noite dentro em frente à residência oficial do primeiro-ministro, tendo passado também pela frente do Parlamento.

Estes profissionais reclamam o descongelamento das carreiras e mais investimento no setor, exigências que foram entregues num documento no Ministério das Finanças.

Ora, fazendo um balanço positivo, César Nogueira, da comissão coordenadora, deixou essa promessa de que se as reivindicações não forem atendidas, as ruas voltam a ser palco de manifestações como esta.

Para Paulo Rodrigues, da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia, há margem para negociar com o Governo mas lembra que depois das negociações é tempo de cumprir.



Descongelamento de carreiras e mais investimento no setor, reivindicações que se fizeram ouvir esta quinta-feira, em Lisboa, por parte dos profissionais das forças e serviços de segurança.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Kim e Donald passaram do insulto à vontade mútua de fazer história. Bem-vindos à era das ilusões.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.