Portugueses detidos em Espanha por exploração de compatriotas

| País
Portugueses detidos em Espanha por exploração de compatriotas

A ver: Portugueses detidos em Espanha por exploração de compatriotas

As autoridades espanholas detiveram três portugueses acusados de explorarem outros 40 portugueses. A alegada rede de exploração laboral foi desmantelada pela Guardia Civil em La Rioja.

São acusados de manter em condições de semi-escravatura os outros 40 portugueses para trabalhar naquela região. Os três suspeitos são naturais de Portugal e residentes em La Rioja.

Entre os detidos está o alegado responsável pela rede. Os outros dois eram responsáveis pelo controlo e vigilância dos trabalhadores.

Segundo a Guardia Civil, o cabecilha português aliciava os trabalhadores com a promessa de boa remuneração, essencialmente em trabalhos agrícolas, mas quando chegavam à região sofriam situações de semi-escravatura e más condições de higiene.

A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.