Portugueses detidos em Espanha por exploração de compatriotas

| País
Portugueses detidos em Espanha por exploração de compatriotas

A ver: Portugueses detidos em Espanha por exploração de compatriotas

As autoridades espanholas detiveram três portugueses acusados de explorarem outros 40 portugueses. A alegada rede de exploração laboral foi desmantelada pela Guardia Civil em La Rioja.

São acusados de manter em condições de semi-escravatura os outros 40 portugueses para trabalhar naquela região. Os três suspeitos são naturais de Portugal e residentes em La Rioja.

Entre os detidos está o alegado responsável pela rede. Os outros dois eram responsáveis pelo controlo e vigilância dos trabalhadores.

Segundo a Guardia Civil, o cabecilha português aliciava os trabalhadores com a promessa de boa remuneração, essencialmente em trabalhos agrícolas, mas quando chegavam à região sofriam situações de semi-escravatura e más condições de higiene.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os dados do sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFFIS) indicam que só entre os dias 14 e 15 de outubro arderam em Portugal continental cerca de 200 mil hectares.

    Filipe Vasconcelos Romão, comentador de assuntos internacionais, refere que o artigo 155 da Constituição Espanhola será aplicado sem que haja qualquer lei de enquadramento.

    Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

      Na primeira entrevista pós-autárquicas, à Antena 1, Jerónimo de Sousa não poupou nas palavras. Afirmou que o "Governo ficou mal na fotografia e subestimou a situação" dos fogos.