PR envia "abraço solidário" às vítimas e afirma necessidade de investimentos

| País

O Presidente da República lembrou hoje as vítimas da tragédia de Pedrógão Grande, quando passam três meses sobre os incêndios, assinalando a necessidade de investimentos para dinamizar aquela zona do país.

Numa mensagem publicada na página da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que se completam hoje três meses sobre a tragédia "com tantos mortos e feridos e que tirou a casa e outros bens a muitos mais".

O Presidente da República enviou um "abraço solidário e emocionado às famílias" e lembrou os jovens da região que viveram a tragédia, alguns dos quais recebeu em Belém, poucos dias antes de se iniciar o ano letivo.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, os jovens são "a principal razão da esperança de uma vida melhor, com a reconstrução, o investimento e as iniciativas necessárias para dinamizar esta zona traumatizada do nosso país".

O incêndio que começou em Pedrógão Grande a 17 de junho e se alastrou a outros concelhos provocou 64 mortos e mais de 200 feridos e só foi extinto uma semana depois.

Tópicos:

Pedrógão,

A informação mais vista

+ Em Foco

Na edição deste sábado do 360, na RTP3, o jornalista António Louçã, autor da grande reportagem "Alemanha: o reverso da medalha", resumiu o contexto económico e social no chamado motor da Europa, em véspera de ida às urnas.

A Alemanha vai a votos com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.

    Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

      Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.