Preocupação crescente com saída de militares do Exército para forças de segurança

por RTP

Há uma preocupação crescente no Exército por causa da saída de militares do Exército para as forças de segurança. Só no ano passado, concorreram à GNR mais de 1500 militares e, desses, mais de duzentos foram selecionados.

A tendência cresce, até porque as forças de segurança oferecem vagas preferenciais para quem tenha feito três anos de vida militar.

O caminho é procurado sobretudo por praças, com carreiras menos atrativas e que não chegam aos 6 anos previstos de contrato.

O Exército reconhece que é uma lacuna que torna mais difícil o recrutamento.