Presidente da Câmara de Pedrógão Grande não vai a julgamento

por RTP

O Tribunal da Relação de Coimbra decidiu que Valdemar Alves não será julgado no processo sobre as responsabilidades no incêndio de 2017.

O Tribunal da Relação de Coimbra deu provimento aos recursos do Ministério Público e de Valdemar Alves, o presidente da Câmara de Pedrogão Grande, que contestaram a admissão de instrução requerida por Ricardo Sá Fernandes, advogado de Carina Abreu familiar de vítimas do incêndio em 2017.

O fundamento é a falta de legitimidade, uma vez que os familiares de Carina Abreu faleceram numa zona cuja gestão de faixa de combustível é da responsabilidade da Ascendi e não do município de Pedrógão Grande.
pub