Presidente do BCP explica saída de 800 trabalhadores

por Antena 1

Lusa

O presidente do BCP justificou, esta tarde, a saída de 800 trabalhadores nos próximos tempos com a necessidade de reduzir o número de funcionários do banco e sublinhou que é impossível reconverter profissionalmente alguns dos atuais colaboradores.

Miguel Maya assegura, no entanto, que o banco tem tentado adaptar os seus trabalhadores aos novos desafios digitais.
pub