Presidente e Governo unidos na integração dos sem-abrigo

por Mário Aleixo - RTP
Marcelo foi à rua perceber a actual situação dos sem-abrigo RTP

O Presidente da República pediu na última noite respostas mais rápidas para a integração das pessoas sem-abrigo, durante uma noite em que ajudou a distribuir refeições nas ruas de Lisboa e recebeu um cão bebé para cuidar.

Marcelo Rebelo de Sousa retomou as suas iniciativas de apoio e de sensibilização para a situação das pessoas sem-abrigo num percurso que começou em Sete Rios, passou pelo Rossio, por Santa Apolónia e acabou em Alcântara, acompanhado pela ministra do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

A ministra do Trabalho acompanhou o Presidente da República na preparação de refeições para sem-abrigo, em Lisboa.

Ana Mendes Godinho disse que o Governo vai assumir o compromisso de resolver este problema das pessoas sem-abrigo.



Logo no primeiro ponto de paragem, nas instalações do Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA), em Sete Rios, os dois políticos estiveram lado a lado a embalar refeições quentes, equipados com aventais brancos, e a ministra assegurou que, "em completa articulação", o Governo quer continuar as ações de procura de habitação e de soluções para as pessoas sem-abrigo.

"O nosso compromisso é continuar a implementar a estratégia e adaptá-la naquilo que for preciso", afirmou, prometendo "não dar nunca o trabalho como adquirido", disse a ministra.

Marcelo Rebelo de Sousa considerou que "ter a ministra que tem a tutela do setor empenhada no terreno é fundamental" e que Ana Mendes Godinho "está a meter a cabeça em cheio" neste problema, como conta a jornalista da Antena 1 Ana Isabel Costa.



O Presidente da República quis com esta iniciativa "medir o pulso" à evolução da situação das pessoas sem-abrigo, que "é uma situação em mudança" - e irá também ao Porto, em breve - e transmitiu a ideia de que chegaram novas pessoas e algumas, entretanto, foram alojadas.