Autarca de Pedrógão recusa acusação de favorecimento

| País
Autarca de Pedrógão recusa acusação de favorecimento

A ver: Autarca de Pedrógão recusa acusação de favorecimento

O autarca de Pedrógão Grande presidiu à comissão técnica do fundo Revita até setembro do ano passado, altura em que foi lançada a suspeita de Vítor Reis que deu origem ao inquérito do Ministério Público.

Entre os 43 arguidos, há quatro elementos da autarquia.

Confrontado com as alegadas irregularidades e favorecimentos, o presidente da Câmara, Valdemar Alves, nega tudo.

E garante estar a ser alvo de uma vingança promovida pelo cabeça de lista à câmara de Pedrógão pelo PSD, João Marques, e pelo ex-presidente do IHRU, Vítor Reis, que acusa de ter ambicionado ser chefe de gabinete do candidato que derrotou.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Mação, que ardeu no mês passado, era apontado como o concelho modelo na prevenção de incêndios. Nada impediu que o fogo voltasse.

Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.