Reunião termina sem acordo e motoristas mantêm greve

| País

A última noite foi passada em Aveiras com o piquete de greve alerta
|

A greve dos motoristas de matérias perigosas vai continuar. Terminou sem acordo a reunião que juntou o ministro das Infraestruturas e os representantes do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas.

Os motoristas de matérias perigosas cumprem este sábado o sexto dia de uma greve convocada por tempo indeterminado, depois de ter falhado um acordo mediado pelo Governo numa reunião que durou cerca de dez horas.

O assessor jurídico da estrutura sindical, Pedro Pardal Henriques, ouvido na última madrugada pela Antena 1, disse que a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) não aceitou as reivindicações dos motoristas.

Apesar de não ter estado na reunião no ministério das Infraestruturas, a associação patronal fez chegar ao Governo uma proposta idêntica à que foi enviada à FECTRANS e ao Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM).

À Antena 1, o porta-voz da ANTRAM, André Matias de Almeida, explicou que não é possível aceitar a contraproposta apresentada pelos motoristas de matérias perigosas.

As reivindicações apresentadas pelos motoristas em resposta à proposta da ANTRAM não têm viabilidade, entendem os patrões.

Por isso, o Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas mantém a greve.

Para domingo está marcado um novo plenário, no qual vai ser feito um ponto de situação da greve e o que fazer a seguir.

Para o primeiro-ministro, é tempo de haver acordo. Depois do encontro semanal com o Presidente da República, António Costa sublinhava a importância de a greve dos motoristas chegar ao fim.

Declarações do primeiro-ministro no final do encontro com Marcelo Rebelo de Sousa.

Tópicos:

ANTRAM, Governo, Greve, Matérias perigosas, Motoristas, Reunião, Sindicato,

A informação mais vista

+ Em Foco

Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.