Roubo de armas de Tancos com autor identificado

| País
Roubo de armas de Tancos com autor identificado

A Polícia Judiciária (PJ) já identificou e deteve o alegado autor do roubo de armas em Tancos avança o jornal Público.

A notícia surgiu no dia em que a PJ fez várias detenções.

O jornalista João Torgal dá conta da informação revelada pelo diário.

Um ano e três meses depois do sucedido sabe-se que o autor do roubo é um antigo militar, referenciado pelas polícias como traficante de droga e de armas.

O alegado autor do roubo de armas do paiol de Tancos está entre os detidos de terça-feira pela Polícia Judiciária.

A Polícia Judiciária Militar é suspeita de ter protegido o alegado assaltante que terá contado também com a colaboração de militares da GNR.

Na terça-feira foram detidos quatro militares da Judiciária Militar, entre eles, o diretor, três militares da GNR e um outro suspeito.

O PS admite que pode apoiar uma comissão parlamentar de inquérito sobre o caso de Tancos. O CDS já pediu a comissão de inquérito. O PSD ainda não decidiu se vai avançar com esse pedido. O líder parlamentar do Bloco de Esquerda disse que as detenções realizadas no âmbito da investigação ao caso do furto de armas dos paióis de Tancos mostram que a justiça "não está parada" e que este é o momento da investigação e é o momento de separar a política da justiça.



Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevistada no Telejornal, a ministra da Saúde admitiu que reunir o consenso do PSD "não foi algo que tenha passado pelas preocupações do Governo".

A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda continua a ser a maior dor de cabeça interna de Theresa May.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.