Ryanair. Serviços mínimos e fura-greves reduziram impacto da luta

por RTP

Termina hoje a greve de cinco dias dos tripulantes da Ryanair. A paralisação não tem provocado cancelamento de voos, nem atrasos significativos.

O Sindicato fala de uma adesão de 80% que não está a ter impacto porque a Companhia está a violar a lei com a substituição dos grevistas - uma crítica que se estende ao Governo que decretou serviços mínimos para esta paralisação. As denúncias dos Sindicatos estão a ser investigadas pela Autoridade para as Condições do Trabalho.

pub