Setúbal. Médico processado por não detetar malformações no feto

por RTP

Um bebé nasceu sem rosto no Hospital São Bernardo, em Setúbal.
Durante a gravidez, o obstetra que acompanhou a mãe nunca detetou malformações no feto. O profissional em causa tem quatro processos em curso no conselho disciplinar da Ordem dos médicos.

O Ministério Publico também confirmou que este mesmo clínico foi investigado, em 2011, num caso com contornos semelhantes.