Sindicatos de polícias saúdam novas leis de segurança

| País
Sindicatos de polícias saúdam novas leis de segurança

Foto: Valentyn Ogirenko - Reuters

A Associação Sindical da Polícia considera que as duas propostas de lei para a área da segurança aprovadas em Conselho de Ministros são favoráveis porque a segurança privada é, nesta fase, complementar à capacidade de atuação da polícia.

O Sindicato dos Profissionais de Polícia afina pelo mesmo diapasão. Mário Andrade considera positiva clarificação de competências da segurança privada, assim como a possibilidade de a PSP poder intervir no horário e até suspender o funcionamento de uma discoteca.


O presidente do SPP denuncia que há agentes a serem transferidos para o serviço de atendimento da linha de emergência 112, contra a sua vontade, e retirados de divisões da polícia onde há escassez de efetivos, dando o exemplo de Lisboa.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Raptos e assassínios de opositores em países estrangeiros, levados a cabo pelos serviços secretos, têm um longo historial.

Logo após a recuperação das armas roubadas, o ex-chefe do Estado-Maior do Exército proibiu a PJ de entrar na base de Santa Margarida.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.